Sou sensível demais para o mundo do namoro moderno

Sinto que me magôo com muita facilidade. Eu aceito rejeições com muita força. Eu não sei como me afastar de um coração partido. Eu gasto muito tempo deprimindo minha miséria. Passo muito tempo pensando em pessoas que não são importantes para mim.

 

Sou sensível demais para namoro moderno. Toda vez que alguém me abandona, entra na minha cabeça. Eu sei que devo ignorar as coisas. Eu sei que sumir significa que não estávamos destinados a ficar juntos, que eles não sentiram faíscas, que não estavam interessados ​​em me ver novamente. A mensagem é óbvia, então eu devo seguir em frente. Afinal, nem todo mundo vai gostar de mim. Nem todo mundo vai cair de cabeça para baixo. Minha cabeça percebe isso - mas meu coração tem problemas para entender o conceito. Tem problemas para lidar com a rejeição, mesmo na menor escala.

Tenho dificuldade em lidar com mensagens de texto sem resposta. Saber que outra pessoa (provavelmente) viu minha mensagem, mas ainda não me respondeu, me deixa nervosa. Isso me faz pensar se eles estão se esforçando para conseguir, ou se não estão mais interessados ​​em conversar comigo ou se querem apenas que eu fique com eles, quando for conveniente para eles, quando eu puder lhes dar o que precisam.

Eu penso demais. E eu sinto demais. É a pior combinação absoluta no mundo do namoro moderno.

Se um primeiro encontro for ruim, ficarei chateada por semanas. Se alguém me convidar e começar a namorar outra pessoa, ficarei chateado por meses. Se alguém me prometer para sempre e voltar a atrás para cumprir essa promessa, ficarei chateada por anos. Não supero minhas mágoas facilmente. Demoro muito tempo para me curar, muito tempo para confiar novamente, muito tempo para voltar ao mundo do namoro novamente.

Não importa quantas vezes eu diga a mim mesma que o desgosto é inevitável, que haverá muitos relacionamentos que não darão certo, que ficar com o coração partido não significa que há algo errado comigo. Mesmo sabendo que essas coisas são verdadeiras, é impossível parar a dor. É impossível desligar minhas emoções.

Meu problema é que me apego facilmente. Quando eu me apaixono por alguém, eu me apaixono. Eu despejo tudo em meus relacionamentos. Não tomo meias medidas. Estou dentro ou fora. Não há no meio. Percebo que seria mais fácil namorar se eu tivesse uma pele mais espessa, se não deixasse tudo me incomodar tanto, mas não posso evitar.

Eu sou muito sensível. Sinto que me magôo com muita facilidade. Toda vez que envio uma mensagem para alguém ou saio com alguém ou aceito entrar em um relacionamento com alguém, sei que estou assumindo um risco. Sei que há uma chance de acabar chorando na minha fronha de novo. Mas é um risco que continuo assumindo.

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Mais Lidos