DOENÇAS MAIS COMUNS EM IDOSOS

Enfatizamos que velhice não significa mais um “poço de doenças”, como há poucos anos ainda se ouvia falar e escrever. É uma fase da vida com particularidades próprias, mostrando que as pessoas acima de 65 anos apresentam modificações no organismo como um todo.

 

A própria aparência do indivíduo mais idoso já denota certos sinais que mostram mais idade. Nota-se que a pele fica mais enrugada por causa da desidratação dos tecidos. Estes sinais já servem para a indústria de cosméticos ficar lançando todos os anos produtos que prometem acabar com as rugas!

Na boca ocorre a perda de dentes que necessitam tratamentos em idade menos avançada para prevenção. Outro problema de saúde também comum é atrofia muscular e enfraquecimento das articulações prejudicando os movimentos.

Hoje em dia já se ensinam e praticam exercícios em academias, desde que sejam orientados por especialistas. Já a atrofia muscular não é tão evidente. A ocorrência maior é que a idade mais avançada traz um impacto para o organismo, afetando o cérebro e o coração principalmente.

A aposentadoria, na maioria das vezes, já provoca involuntariamente uma perda de relacionamento com os antigos companheiros de trabalho. A morte de amigos e colegas de atividades influencia para pior o idoso, pois não mais pode contar com aquele amigo ou amiga. Os filhos também se afastam para ter sua própria vida, esquecendo até de telefonar. O melhor é ensinar os pais a manipular um computador e assim a comunicação será mais fácil.

Com o passar do tempo poderão surgir doenças coronarianas como o infarto devido a inexorável arteriosclerose. As doenças cardíacas representam mais de 80% das mortes em idosos, tanto homens como mulheres.

Entre outras doenças mais comuns que já afetam os pacientes, mesmo não sendo idosos, mas que com o passar dos anos pioram a saúde, citamos:

1. Diabetes mellitus

2. Doenças pulmonares

3. Doenças músculo-esqueléticas

4. Doenças renais e hepáticas

5. Neoplasias em geral

6. Câncer de próstata

7. Doenças neurológicas

8. Alterações psiquiátricas

9. Depressão, demência

10. Doença de Alzheimer

Felizmente, para a maioria das doenças citadas já existe tratamento tanto para atenuar os efeitos como para recuperar a saúde parcialmente. O que sempre recomendamos é consultar seu médico de confiança regularmente ou cada 6 meses mesmo que nada esteja sentindo.

 

 

Fonte: Portal do Socio e da Sociedade

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Mais Lidos