Londres se torna a primeira cidade do mundo a abrir centro judaico vegano

O primeiro centro judaico vegano do mundo foi inaugurado em Londres, após uma bem-sucedida campanha de crowdfunding.

 

Localizada na Finchley Road, em Golders Green, a academia vegetariana da Jewish Vegetarian Society possui um jardim, salas de reunião, hall e cozinha.

Mais de 300 pessoas participaram da cerimônia de inauguração para celebrar a abertura do centro, incluindo o parlamentar vegano Kerry McCarthy.

 

'Estamos muito satisfeitos'

Lara Balsam disse ao Jewish News: "Estamos muito satisfeitos em abrir as portas para o primeiro centro vegano judaico do mundo na hora certa, quando os centros comunitários estão em falta e quando a produção de produtos animais é mais cruel do que nunca.

"Esperamos inspirar a criação de muitos desses centros ao redor do mundo, atendendo à crescente demanda e interesse pelo veganismo judaico."

Veganismo

Em 2017, mais de 70 rabinos de todo o mundo assinaram uma declaração pedindo aos judeus que fossem vegans.

O impulso para uma dieta livre de animal alinha-se com os princípios centrais da tradição judaica, que inclui não causar dor a outra criatura viva.

De acordo com a Sociedade Vegetariana Judaica: "Esta abordagem de sustento é uma expressão de nossos valores judaicos compartilhados de compaixão pelos animais, proteção do meio ambiente e preocupação com nosso bem-estar físico e espiritual".

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Mais Lidos