Aumente sua neuroplasticidade em 9 passos

Você pode criar novos caminhos neurais até o dia da sua morte.

 

Por que isso importa?

Como qualquer outro músculo do seu corpo, você usa ou perde. Portanto, manter seu cérebro envolvido e se religar constantemente é fundamental não apenas para o funcionamento cognitivo a longo prazo, mas também para o bem-estar geral.

 

O que é neuroplasticidade?

A neuroplasticidade, ou plasticidade cerebral, é a capacidade do seu cérebro de se reorganizar através do seu ambiente, comportamento, pensamento e emoções. Você pode fazer isso fisicamente e funcionalmente durante toda a sua vida.

Até o Dr. Norman Doidge, psiquiatra da Universidade de Toronto, pesquisar o potencial terapêutico da neuroplasticidade, acreditava-se que o cérebro era fixo e imutável. Sabemos agora que a plasticidade cerebral é uma coisa fluida e usada para o bem, para ajudar a tratar condições como esclerose múltipla, acidente vascular cerebral, Parkinson e autismo, entre outros.

Do mito sobre o envelhecimento # 7: a maneira como você envelhece não depende de seus genes. 75% da maneira que você envelhece está sob seu controle - o que significa que seu ambiente, estilo de vida e comportamento têm mais impacto na maneira como você envelhece, em comparação com os 25% atribuídos a seus genes.

Dica: Seu comportamento é tudo quando se trata de religar seu cérebro, por isso, tomar diariamente uma micro-ação para quebrar maus hábitos é fundamental para o sucesso contra o envelhecimento.

Etapa 1: encontrar clareza

Construir sua plasticidade cerebral é mudar seus comportamentos. E antes de iniciar qualquer nova mudança de comportamento, a maioria das pessoas peca no passo crítico de encontrar clareza. Saber exatamente o que você quer realizar e, mais importante, por que você quer realizá-lo, é fundamental para fazer quaisquer mudanças reais a longo prazo.

Etapa 2: estabeleça metas significativas

Depois de ter clareza, você será capaz de atingir metas significativas para definir para si mesmo e também uma melhor compreensão de quais abordar primeiro. O estabelecimento de metas é a chave para se preparar para a aprendizagem ao longo da vida, e a aprendizagem ao longo da vida é uma parte crítica do aumento da sua neuroplasticidade.

Etapa 3: siga as micro-etapas

O truque é tomar as micro-etapas mais minúsculas todos os dias ao trabalhar em direção ao seu objetivo. A última coisa que você quer fazer é se sobrecarregar com muito o que fazer, ou pior ainda, um objetivo muito grande que deixa você sem saber por onde começar.

Etapa 4: adote uma mentalidade de crescimento

A etapa de mentalidade de crescimento é fundamental e ajuda você a explorar seu senso de resistência. Carol Dweck fez muita pesquisa sobre o desenvolvimento de uma mentalidade de crescimento baseada na “ideia de que podemos aumentar a capacidade de nosso cérebro de aprender e resolver problemas”.

O ponto principal sobre o desenvolvimento de uma mentalidade de crescimento é que ela vem com desafios abrangentes.

Ao perseguir qualquer desafio ou objetivo com uma mentalidade de crescimento, você precisa buscar essas armadilhas e esperar por “fracassos” ou pontos de dor, porque, escondido naqueles tempos difíceis, essas experiências irritantes são um tesouro de crescimento e aprendizado. Todos nós temos medos e evitamos desafios por causa de nossos medos, mas se você conseguir atirar direto nos desafios e procurá-los, isso mudará tudo.

Etapa 5: Pratique a atenção plena

A autoconsciência é tão poderosa ao desenvolver qualquer comportamento novo (e bom). Uma vez que você esteja mais consciente do que está ao seu redor e de seus pensamentos, e quando estiver mais desperto para o que está acontecendo em seu cérebro e consciência, será mais provável que você tome decisões baseadas em valor, que são basicamente melhores decisões mais significativas.

Aqui estão algumas idéias sobre a prática da atenção plena:

  1. Mantenha um diário e escreva sobre as coisas pelas quais você é grato
  2. Desenvolva uma rotina matinal consistente
  3. Medite ou faça exercícios de respiração
  4. Pratique yoga, tai chi ou chi gong
  5. Reconectar-se com a natureza
  6. Comprometa-se com uma rotina de exercícios
  7. Detox das mídias sociais e jornais
  8. Gaste menos tempo com dispositivos digitais e assista menos TV
  9. Concentre-se na sua visão, valores fundamentais e lista de objetivos

Passo # 6: Selecione cuidadosamente seu círculo de influência

Seu círculo de influência é tão poderoso. Você se torna aquele com quem você mais gasta tempo, então faça valer a pena.

Passo # 7: Priorize uma rotina de exercícios

Houve um estudo de 2013 conduzido por Kirk Erickson e colaboradores que relacionou “maiores quantidades de atividade física a menos atrofia cortical, melhor função cerebral e melhor função cognitiva”.

A equipe de pesquisa também descobriu que:

"A atividade física aproveita a capacidade natural do cérebro para a plasticidade".

Passo # 8: Pare de procrastinar

É claro que quanto mais você esperar para mudar seu comportamento e hábitos, mais difícil será aumentar a plasticidade do cérebro. E se você parar de procrastinar, seu cérebro estará menos propenso a ser vítima do uso ou perderá o princípio.

Etapa 9: Aumentar seus padrões

Tony Robbins explica de forma sucinta:

“Se você quer mudar sua vida, você precisa elevar seus padrões.”

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Mais Lidos