Em outubro passado, fiz o Desafio dos 30 Dias Estóicos. A cada dia, os participantes recebiam um novo desafio para ser concluído com base na Filosofia Estóica. Um dos primeiros foi fazer uma caminhada de uma hora. Simples o suficiente. Eu levei uma hora de caminhada naquela noite depois de ler sobre o que os estóicos disseram sobre isso e por que eles recomendam fazê-lo.

Em 8 de janeiro de 1908, a cidade de Paris dava luz à uma criança prodigiosa, que viria a deslumbrar o mundo com suas futuras obras. Leitora assídua desde os seus menos de um metro de altura, Simone de Beauvoir se fascinou com o universo das letras e logo se viu contemplada com a posição de escritora. Muito criticada e polêmica por suas posições radicais para a época, Beauvoir se tornou uma intelectual de grande peso para o movimento feminista e literário.

     Não há um bom rótulo para descrever Jiddu Krishnamurti, e talvez seja assim que deve ser.

Em sua juventude, ele foi preparado pela Sociedade Teosófica (um movimento religioso) para se tornar o que eles chamavam de Professor do Mundo. Ao amadurecer, no entanto, Krishnamurti devolveu todas as doações e dissolveu o grupo para se afastar de todas e quaisquer afiliações ideológicas.

Você deveria estudar filosofia em algum momento de sua vida? Sim você deveria. Você deve ignorar detratores como Neil de Grasse Tyson, que são, sem dúvida, brilhantes em seus próprios campos, mas podem nunca ter lido uma linha de filosofia. Aqui estão nove razões pelas quais você deve estudar filosofia.

Leandro Karnal (São Leopoldo, 1º de fevereiro de 1963) é um historiador brasileiro, atualmente professor da UNICAMP na área de História da América. Foi também curador de diversas exposições, como A Escrita da Memória, em São Paulo, tendo colaborado ainda na elaboração curatorial de museus, como o Museu da Língua Portuguesa em São Paulo.

Mais Lidos