Tudo o que você precisa saber sobre a série 3%.

1. “3%” é a primeira produção totalmente brasileira da Netflix. A série acontece em um universo onde o planeta está devastado e dividido entre o “Lado de Cá” e o “Maralto”.

 

2. Apenas 3% da população vive no Maralto, onde tudo é abundante e há vida digna para todos, e só mora lá quem passa por uma seleção chamada Processo, aos 20 anos de idade.

3. A série poderá ser vista em 190 países; foi dublada em inglês e espanhol e legendada em 20 idiomas.

4. São oito episódios nessa temporada, com os nomes "Cubos", "Moedas", "Corredor", "Portão", "Água", "Vidro", "Cápsula" e "Botão".

Viviane Porto (Aline) e Mel Froncowiack (Julia).

 5. Uma das coisas favoritas da atriz Viviane Porto, que faz a personagem Aline, é a inclusão da diversidade na tela. “É muito bacana que a série tenha um personagem deficiente físico, uma quantidade de atores negros que dificilmente você vê no audiovisual brasileiro. Tirando em histórias de escravos ou do universo do samba, do inevitável, vamos dizer assim, não se coloca”.

6. Viviane acha que uma personagem como a sua nunca existiu em outra série ou novela. “Eu sou uma mulher negra que faz uma personagem boss mother fucker. Quando isso aconteceu? Dá muito prazer de estar ocupando isso”.

7. Para fazer a Julia, Mel Fronckowiak, conhecida por “Rebelde”, se fechava nos bastidores ouvindo música, bem tensa e soturna, enquanto todo mundo conversava. “Era como eu conseguia encontrar a Julia, pois não consigo simplesmente mudar”.

João Miguel (Ezequiel) e Miguel Gomes (Fernando)

8. O personagem responsável pelo Processo é Ezequiel, interpretado por João Miguel – conhecido por filmes como “Estômago”, “Cinema, Aspirinas e Urubus” e “Xingu”.

9. Embora seja uma série, João Miguel explicou que as gravações foram muito parecidas com as de um filme.

10. Rodolfo Valente, que vive Rafael, e já fez diversas novelas, comparou o tempo dedicado às gravações em “3%” com uma TV tradicional: “você ensaia uma vez e grava só uma vez. Enquanto em “3%” tiveram cenas de até quatro takes. Teve dia que só gravei uma cena. Isso em TV não existe”.

11. Em produções como esta, muitas vezes os atores esperam um tempão até efetivamente entrar em cena. Viviane Porto dá um conselho para as horas de espera: "Tenha um livro e tenha paciência".

O diretor-geral César Charlone.

12. Os donos da ideia de "3%" estudavam juntos na USP quando criaram a história.

13. Na época o roteirista da série, Pedro Aguilera, tinha exatamente 20 anos.

14. Em 2009, os criadores colocaram um episódio piloto no YouTube. Dividido em três partes, ele tem 1 milhão e 300 mil visualizações.

15. Muita gente queria ver a série inteira e as pessoas queriam que uma TV bancasse a produção. Até uma campanha no Avaaz foi criada por um fã.

16. Mesmo assim, pelo menos 10 emissoras de TV recusaram o projeto – eles não quiseram dizer ao BuzzFeed Brasil quais canais.

17. Sobre essa fase, o produtor-executivo Tiago Melo, destacou ao BuzzFeed Brasil que o importante é nunca desistir. “Se você tem uma ideia *em* que acredita não pode desistir porque ouviu um não. Você tem que se deprimir por cinco minutos e seguir em frente”.

18. Para a direção chamaram César Charlone, um dos membros da Academia do Oscar, que foi indicado ao prêmio duas vezes: melhor fotografia por "Cidade de Deus" e melhor filme estrangeiro por "O Banheiro do Papa".

Bianca Comparato (Michele) e Michel Gomes (Fernando).

19. Dois dos principais candidatos a entrar no Maralto são Michele e Fernando, interpretados pelos atores Bianca Comparato e Miguel Gomes. Eles interpretam atores de 20 anos, mas são um pouco mais velhos. O que não é um problema para eles.

20. Bianca lembrou um pouco da vida dela quando tinha 20 anos para criar a personagem, que tem muitas dúvidas. “Já não são mais as minhas crises, mas eu já tive elas”.

21. Michel já está acostumado a fazer personagens mais novos. “Sempre me dão exatamente essa faixa etária, sério. Eu gostaria de ter mais barba, dá um ar mais velho”.

22. Para viver o personagem, que é cadeirante, Michel ficou com uma cadeira de rodas por um mês em casa e todo dia ficava 15 minutos parado na frente do prédio. Ele se sentiu mal, pois percebia um olhar de pena das pessoas que passavam na rua.

Vaneza Oliveira (Joana), João Miguel (Ezequiel) e Rodolfo Valente (Rafael).

23. “3%” marca a estreia de Vaneza Oliveira como atriz na TV. Ela disse pra gente que ainda não está acreditando no que está acontecendo “É meio surreal. Na verdade, eu ainda estou tentando entender como é que eu fui parar ali”.

24. Por mais incrível que pareça, ela foi chamada para participar da série por um contato do Facebook.

25. Para ela e para Rodolfo Valente, curiosamente as cenas mais difíceis são aquelas que parecem fáceis, como abrir uma porta ou passar um copo de água. Como são muito curtas, é fácil perder a concentração e “sair do personagem”.

26. Quando os atores não estavam gravando eles se divertiam e faziam muita zoeira. Era uma forma que eles usavam para descontrair das cenas pesadas que tiveram de gravar.

27. Mas nem essa zona impediu Vaneza de dormir no trabalho. Em uma das cenas a personagem dela está dormindo, acorda e levanta. Depois de repetir a mesma cena diversas vezes, ela dormiu de verdade. A diretora do episódio ficou gritando “ação” várias vezes até ela acordar.

Rafael Losango, Bianca Comparato (Michele), Michel Gomes (Fernando), Rodolfo Valente (Rafael), Vaneza Oliveira (Joana).

 28. A série foi gravada na cidade de São Paulo, no centro da cidade, nos bairros de Heliópolis e Vila Madalena, no Parque da Juventude e na Ocupação do Cine Marrocos. Há algumas imagens de praia feitas no Guarujá, litoral de São Paulo.

29. Os diretores explicam a escolha pela cidade: "São Paulo nos deu essa riqueza visual característica da série. A gente tem o Maralto e o continente ao mesmo tempo em São Paulo. E muitas vezes é só atravessar a rua".

30. No centro de São Paulo foram gravadas cenas do "Lado de Cá" e os atores Bianca Comparato e Miguel Gomes foram confundidos com mendigos pelos paulistanos.

31. A atriz Bianca Comparato falou o que sentia nessa situação: "sempre fiquei incomodada quando a gente gravava externa, porque é tão real, a pobreza, isso me deixava mal sempre. Aquilo mexia comigo diariamente".

Bianca Comparato (Michele) e Michel Gomes (Fernando).

32. As cenas futurísticas do "Lado de Lá" foram feitas na Arena Corinthians. A diretora Dani Libardi explica que o local foi um achado: "lá tem muito vidro, muito vidro branco e tem muito a ver com o clima que a gente queria passar para o lado de lá".

33. Em um dos dias de gravações na local, João Miguel apareceu usando roupas verdes da cabeça aos pés, o que, digamos, não é muito bem aceito nos arredores do estádio. Ele se esqueceu dessa regra, mesmo torcendo para o Bahia e não para o Palmeiras. Houve um estranhamento, mas ficou tudo bem.

34. A primeira temporada é focada no Processo número 104. O que significa que a história acontece 104 anos após alguma coisa acontecer no planeta.

35. Perguntamos aos diretores em que ano a história acontece e eles não quiseram entregar o jogo pra gente.

36. A série foi renovada e a segunda temporada estreou dia 27 de abril de 2018.

Fonte:Buzzfeed.

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Mais Lidos