Enquanto eles estão há apenas cinco meses casados, Justin Bieber e Hailey Baldwin se abrem sobre os obstáculos que aparecem após se tornarem marido e mulher recém-casados.

Em uma entrevista muito franca com a Vogue, Bieber e Baldwin discutem o celibato e o vício em sexo de Justin, e também como eles superam os obstáculos do casamento no centro das atenções.

Crédito de Imagem: Disney

Com a recente notícia de que O Diário da Princesa 3 pode finalmente estar acontecendo, os fãs mal podem esperar para voltar a Genovia com a rainha Mia. Anne Hathaway tem sido aberta sobre a possibilidade de continuar a história de Mia, desta vez como uma adulta, enquanto ela continua a governar Genovia com sua avó, Julie Andrews, ao seu lado.

Aqui está tudo o que sabemos sobre O Diário da Princesa 3...

Todo mundo tem falado sobre o último filme de terror da Netflix, Bird Box, que foi visto por 45 milhões de contas na primeira semana. Há uma razão fundamental para que ele tenha se espalhado como um grande incêndio. A história se baseia fortemente em temas Lovecraftianos, mais notavelmente o medo do desconhecido. Isso desencadeia em nós uma preocupação ancestral que mantém os humanos vivos por séculos. Assim, resultando em um filme de terror original que você não pode desviar o olhar.

Após escrever o roteiro de obras bem interessantes como Extermínio, Não Me Abandone Jamais e Dredd, Alex Garland fez sua estreia como diretor no final de 2014, com a ótima ficção Ex_Machina: Instinto Artificial. Estrelado por Domhnall Gleeson, Alicia Vikander e Oscar Isaac, o longa é uma obra extraordinária e original, com poucos personagens, um cenário restrito e muita reflexão sobre avança da tecnologia e humanidade. Agora, pouco mais de três anos depois, o cineasta chega com seu segundo trabalho como diretor: Aniquilação

Antes mesmo de ser visto pela primeira vez, Roma já era um dos filmes mais comentados do ano. Dado como certo na competição do Festival de Cannes 2018, foi cortado do evento após a decisão da organização de banir os filmes da Netflix da programação. O diretor Alfonso Cuarón até tentou fazer um lobby para a empresa e o evento entrarem em sintonia, mas não rolou. Com isso, o filme foi guardado para o Festival de Veneza, de onde saiu com o Leão de Ouro de Melhor Filme. Agora, na programação do Festival de Toronto, desponta como forte concorrente ao Oscar do ano que vem.

Eu não sei se vocês estão familiarizados com a história de Mogli – confesso que tudo o que eu sabia era que ele tinha sido criado no meio da selva, por um grupo de lobos (até pelo nome, dá para intuir isso, certo?). Por isso foi uma delícia descobrir o enredo aos poucos: que ele foi encontrado por uma pantera negra, de nome Bagheera (e que o próprio animal se considera um guardião do menino). Foi ele quem o levou para uma alcateia, que seria sua família e o protegeria enquanto fosse pequeno.

Primeiro trabalho do diretor David Ayer após receber uma enxurrada de críticas negativas por Esquadrão Suicida, Bright é um filme peculiar e de muita personalidade. Ele cria um cenário ficcional repleto de criaturas e espécies diferentes, mas insere em um cenário urbano bem conhecido do público, debatendo exageros da força policial e conflitos raciais. De certa forma, lembra um pouco a ideia de Neill Blomkamp em Distrito 9, mas menos futurístico e mais pé no chão.

Não é de hoje que o cinema investe na forte amizade existente entre crianças e animais, assim como em desventuras onde um precisa ajudar ao outro. Trata-se de uma proposta de fácil identificação, pela relação pré-existente dos espectadores com seus animais de estimação. Por mais que também aborde tal proximidade, classificar Okja apenas neste sentido é um tremendo erro. Há bem mais a ser dito nesta alegoria ao mundo moderno, desenvolvida a partir de elementos fantásticos pelo diretor Bong Joon-Ho.

Destaques

Mais Lidos